Em Foco: Um pouco mais sobre Gary, o pinguim inventor!

Olá, pinguim! Aqui quem fala é seu amigo, Nick.

Hoje trago-lhes mais um artigo para o nosso quadro, Em Foco! Como a maioria dos pinguins da ilha gostam de Gary, o pinguim inventor, resolvi fazer um artigo contando um pouco mais sobre ele e sua história. Para continuar a ler esta postagem clique em "Ler a postagem completa"!



Gary, também conhecido como Agente G, é um cientista/inventor da ilha Club Penguin. Gary sempre aparece usando seu jaleco braco de laboratório e óculos redondos especiais. Sua comida e bebida favorita é, respectivamente, pizza de peixe (Nham!) e café. Ele também foi dono da antiga Loja de Esportes.


Gary é um pinguim calmo e muitas vezes tímido. Ele gosta de ficar na sua sala de invenções e, apesar de muitas das suas invenções terem falhas, é um pinguim muito inteligente. Ele não é de ficar se divertindo com muitos pinguins, gosta mais de ver um agente secreto ou algum outro famoso, como a Tia Arctic.

Como eu disse mais acima Gary é um pinguim inventor e já criou muitas coisas. Algumas dessas coisas deram certo e outras não. Ele sempre poem o número 1000 ou 3000 no fim do nome de suas invenções. Ele coloca o número 1000 quando é um protótipo, e coloca o número 3000 quando é a invenção já finalizada. Ei, vamos dar uma olhada nas invenções de Gary?

O Teleférico 1000 (protótipo)

O Teleférico 1000 nunca chegou a ser lançado no jogo, mas dizem que era um teste para criar um teleférico que transportasse os pinguins da Estação de Esqui até o topo da montanha. A velocidade do Teleférico 1000 era tão grande que derrubava todos os pinguins que nele andavam.


O Trenó Protótipo

Como o próprio nome diz é um protótipo de um trenó. Esse trenó foi usado numa das missões da ASP, "A missão secreta do G", mais especificamente. Nessa missão Gary nos pede para testarmos seu novo trenó. E nós, aceitando o desafio, descemos a montanha com a nova invenção de G. Acontece que o trenó não é tão resistente e acaba quebrando e nos deixa numa selva sem nenhum pinguim por perto.


O Telefone-Secreto

O Telefone-Secreto deve ter passado por vários testes antes de ser oficialmente liberado para todos os agentes secretos da ilha, porém não há imagens nem falas de que houve experimentos antes do telefone-secreto oficial ser lançado. Com ele era possível o teletransporte para qualquer lugar da ilha, também havia um botão de teletransporte especial para o Quartel General (QG). Haviam três ferramentas que apareciam quando clicávamos na luz piscante, elas era: uma tesoura, um pente e uma chave de fenda. Essas ferramentas eram muito usadas nas missões da ASP.
O Pizzatron 3000

Esta é uma invenção que ainda está disponível para todos os pinguins, localizada na Pizzaria. Para aqueles que não sabem, o Pizzatron 3000 é um jogo onde você é um pizzaiolo e tem de atender todos os pedidos e não errar os ingredientes pedidos. Foi lançado dia 26 de fevereiro de 2007. Faz um bom tempo, não?


Uma curiosidade, que muitos já devem saber, é que há um Modo Doce neste jogo. Há uma alavanca que quando clicada muda de lado e faz o jogo ficar em um modo onde só fazemos pizzas doces!

Ache a alavanca vermelha!
O DJ3K

Este também é outro jogo, porém foi substituído pelo Soundstudio. Nele você é um DJ e pode fazer sua própria música com efeitos sonoros e tudo mais!


Agora você deve estar pensando: "O número 3000 está faltando!". E a resposta é não, o número 3000 está embutido no nome. Observem bem os dois últimos caracteres: DJ3K. Em inglês, quando queremos abreviar um número na família dos milhares usamos o número mais a letra K!



O Aqua Grabber

Este é outro jogo que ainda está disponível na ilha e pode ser achado no Iceberg. Neste jogo o número 3000 não está nele porque Gary não inventou o jogo, e sim a máquina que usamos para jogar. Nele nós temos de coletar os tesouros secretos que ficam no fundo do mar.
No jogo, há duas áreas: Maré do Marisco e Maré do Refri. E durante a partida aparecem várias criaturas interessantes, como:

O Mullet:

A Ostra Gigante:


O Peixe-Bolha:



Caixa Portal

A Caixa Portal é um item que foi originalmente lançado na festa 1º de Abril do ano de 2009. Agora é comum alguns pinguins terem esse item como um móvel no iglu, pois foi lançado no catálogo Iglu Doce Iglu em junho de 2014. Essa invenção permitiu que os pinguins pudessem se transportar até a Dimensão das Caixas.


Atualmente, todos os pinguins podem ir na Dimensão das Caixas, pois quando reformaram o Sótão puseram uma caixa que nos leva até lá.


A Torre do Relógio

Isto ainda está disponível, porém com algumas mudanças e podemos localiza-lo no Forte Nevado. A primeira invenção original de Gary da Torre do Relógio foi lançada em 2007 e em 5 de dezembro de 2012 houve uma atualização na sala Forte Nevado, o que fez o Relógio mudar de aparência também. Nele há um fuso horário próprio da ilha do Club Penguin, mas por quê? Bem, há muitas crianças e jovens jogando em vários países diferentes com horários diferentes, então ficaria muito mais fácil se comunicar com os jogadores criando um horário próprio, o qual todos poderiam ver. Podemos ver que abaixo do horário há o dia da semana. Muito legal isso, não acham?


O Queijo 3000

Esta, provávelmente, é a invenção mais inútil e banal de Gary. Não passa de um simples queijo com o número 3000 estampado em um de seus lados. Podemos ver esse queijo numa tirinha do Club Penguin e no Plano de Fundo do Gary do ano de 2008.
Tirinha HQ - "O Gary precisa de umas férias!"
Plano de Fundo do Gary (2008)

Bem, estas foram algumas das invenções mais marcantes de Gary. Fale nos comentários qual invenção você mais gostou e achou interessante. Agora que tal vermos um pouco sobre os parentes dele? Vou contar-lhes um pouco sobre os três principais ancestrais de Gary.

Não há muito o que contar sobre Gariwald. Ele é o tetratio-avô de Gary e sumiu em uma festa de halloween. Só apareceu depois de um tempo na forma de um fantasma! Isso é muito interessante, porque segundo a edição número 366 do Club Penguin News, ele era um estudante de fantasmas a décadas. Ele também inventou a máquina Fantasmatron 3000, a máquina que transformava os pinguins em fantasmas.


Gary alega que seu tetratio-avô não morreu e nem desapareceu, mas tornou-se a si mesmo um fantasma no Fantasmatron 3000. Mas por que ele faria isso? Ele queria se transformar em um fantasma, porque desse jeito seria muito mais fácil estuda-los. 

E aqui vou escrever uma última curiosidade sobre Gariwald! Muitos dos pinguins já notaram isso, mas vale a pena estar nesta postagem. Vocês já repararam que no canto direito do sótão há várias coisas empilhadas, como livros e quadros. Se olharmos bem podemos ver uma parte de um quadro de Gariwald, porém há um outro quadro cobrindo-o.


E isso foi tudo o que eu tinha para falar sobre Gariwald VIII. Diga nos comentários o que você mais gostou e achou interessante sobre essa personagem. Devemos ir para a próxima? Acho que sim, vamos!

Garianna é a tia de Gary e uma feiticeira que viveu lá atrás, nos anos medievais. Ela criou um livro que dava aos pinguins o poder de assumirem outras formas ou terem poderes sobrenaturais, como levitação e invisibilidade. Ninguém sabe como Garianna acabou perdendo esse livro, mas em alguns anos Rockhopper achou o livro e resolveu entregar a Gary. O cientista começou a estudar o livro de mágia e montou uma Festa Medieval, onde os pinguins podiam aprender a fazer essas poções e se transformarem numa criatura fantástica ou ter algum outro poder. Um fato bem interessante sobre Garianna é que ela descobriu e adotou o puffle dourado muito antes de todos os outros pinguins. Fato legal, não?

Garuga, o Uga Buga é, provavelmente, o ancestral mais antigo de Gary, lá dos anos pré-históricos da ilha do Club Penguin. Ele já foi mencionado na edição número 377 do Club Penguin News. Também houve uma coisa que intrigou muito os pinguins, veja: Quando a Viagem Pré-Histórica de 2014 estava sendo preparada, Garuga escreveu no chão do Forte Nevado: "Gary, socorro! Uga Uga!". Outros fatos interessantes: Segundo Tia Arctic, Garuga é um ancestral de 11º grau de Gary. Ele também apareceu durante a viagem pedindo por ajuda dos pinguins para salvar os dinopuffles.

Bem, pinguim, isso foi tudo o que eu tinha para falar sobre Gary, o pinguim inventor! Diga nos comentários se você gosta da personagem Gary, qual sua invenção favorita e, na sua opinião, qual ancestral mais interessante. Eu realmente gostei de Gariwald. Achei ele tão empenhado em seu estudo sobre fantasmas que acabei me identificando mais com ele. Bem, ficando por aqui.

Um abraço bem quentinho e aconchegante de seu amigo, Nick.
Tchau!

Tecnologia do Blogger.