The Walking Penguin - Episodio 5



Os dois estavam correndo a tanto tempo que não conseguiam mais sentir a perna, sabiam que se parassem agora não voltariam a correr, mas os mortos não se cansavam, pelo contrario, quanto mais eles corriam mais Zumbis apareciam atrás deles. Estavam a poucos metros da casa de Diego, mas os zumbis que corriam atrás deles já eram mais de trinta.


Beiu: Jo… Vá na frente, vou fazer eles se desviarem -- Ele parou de falar para tomar fôlego -- Se formos direto a porta na casa de Diego não aguentará.
Joaninha: Tudo bem. Se algo der errado, entre em um iglu qualquer, você já está cansado, se for correr muito…
Beiu: Ok… Cada palavra é menos tempo.
Joaninha: Não falo mais nada também!


E assim foi, na curva mais próxima o Beiu seguiu reto e fez com que os zumbis o seguissem, deixando o caminho de Joaninha para a casa de Diego como um passeio. Ela queria correr e chegar o mais rápido possível ao Iglu, mas não conseguia, estava muito cansada e cada passo que dava ficava mais preocupada com Beiu. Mas, enfim, ela chegou ao Iglu. Dentro dele havia comida jogada no chão e no canto alguém murmurava alguma coisa.


Joaninha: Digo… É você que esta aqui?
Diego: Comer… Comida... -- Ele se levantou e foi andando em direção a Joaninha.
Joaninha: Você é um zumbi?
Diego: O quê? Estou com fome só isso.
Joaninha: Você esta vivo! -- A Joaninha correu até Digo e o abraçou -- Estou tão feliz. Precisamos voltar, eu e Beiu deixamos Chsk e Drak na mesma sala, quanto tempo acha que vai durar sem haver um assassinato?
Diego: Eu também estou Jo! -- Ele retribuiu o abraço e quando se separaram Diego parecia confuso -- Onde esta o Beiu?
Joaninha: Quem? Ah… Verdade. Ele está exausto e está fugindo de uns cinquenta zumbis… Acho que deveríamos ir procurar, o que acha?


E assim, muito calmamente, eles saíram para buscar Beiu enquanto esse corria para não morrer comido. Enquanto estes não aguentavam mais correr, aqueles que ficaram no iglu guardando Drak estavam morrendo de tédio. Estavam esperando que algo acontecesse desde que o casal saiu de lá, quatro horas antes, e pior, o único assunto que tinham era se Drak iria ou não se transformar.


Thalia: Acho que deveríamos soltá-lo. Ele não se transformou!
Chsk: É muito arriscado, ele ainda pode se transformar. Vamos esperar eles voltarem, Beiu e Joaninha vão saber o que fazer.
Thalia: Isso se eles voltarem… Não podemos esperar tanto. Já deveríamos ter saído daqui à muito tempo.
Chsk: Se quiser sair e tentar sobreviver sozinha... Boa sorte!
Thalia: Não quis dizer isso nós dois nos sairíamos bem... Sozinhos.
Chsk: E o Drakath? Pretende fazer o que?
Drakath: Me salvem! Zumbis! -- Do outro lado do Iglu um zumbi havia conseguido entrar pela janela e estava chegando no Drak. Os dois foram correndo e conseguiram matar o zumbi. -- Me desamarrem. Por favor!
Chsk: Mas… -- A porta nesse momento faz um barulho como se tivesse explodindo e meia dezena de zumbis vão ataca-los. Chsk desamarra Drak -- Agora nos ajude!


Thalia consegue matar a maioria dos zumbis com a arma que Joaninha havia deixado para ela. Chsk e Drak abatiam com pedaços de madeira, o que não era nada eficaz. Mas conseguiram matar todos com grande facilidade.


Chsk: Você tinha razão, nos sairíamos muito bem juntos Thalia -- Quando Chsk se vira sorrindo para trás não consegue entender muito bem a cena. Thalia estava caída no chão e Drak estava ao seu lado. Depois de olhar outra vez percebeu que não era culpa dos zumbis -- Mas o que?
Drakath: Você me deixaria para trás? Para os zumbis -- Drak estava com a arma apontada para Chsk -- Bom mas não é isso que vai acontecer, vou pegar as armas e suprimentos, você pode continuar vivo.


Quando Chsk ia começar a se explicar, a parede atrás de Drak desmorona e nada se vê quando uma fumaça verde faz com que os dois desmaiem. Joaninha e Diego, depois de alguns minutos descansando, saíram para procurar Beiu.


Joaninha: Acho que deveríamos ir mais rápido...
Diego: Estou indo não me aprece! Afinal, onde ele foi?
Joaninha: Eu não faço ideia!
Beiu: Estão procurando quem?
Joaninha: Você -- Como se livrou dos zumbis?
Beiu: Não me livrei, estão chegando aqui…
Joaninha: Nós nos separamos para você se livrar dos zumbis e nem isso você fez?
Beiu: Por que não ficou lá correndo igual a mim?
Diego: Bom galera, não sei se essa é a melhor hora para conversar… Vocês perceberam que tem zumbis querendo nos matar? Vamos para o meu iglu!

E assim foram, entraram no Iglu, trancaram a porta e colocaram a geladeira Extra Extra grande de Diego na frente da porta. Era impossível os zumbis abrirem aquilo, mas não tiveram tempo de se sentar e uma explosão fez com que todos caíssem para trás. A última coisa que Joaninha conseguiu se lembrar foi da geladeira queimada caída na frente e de muitos homens armados levando Diego para um helicóptero.



Episódios anteriores:
The Walking Penguin - Episódio 1
The Walking Penguin - Episódio 2

Tecnologia do Blogger.