A História De Um Continente - 2º Capítulo


 Olá leitores da Turma do Selo! Aqui é o Coiote. Depois de alguns imprevistos, estou de volta para mostrar-lhes mais um capítulo da série A História De Um Continente. Após a descoberta de Selista, Pedro Bandeira e seu grupo voltaram a Platne para dar a notícia ao Rei. A partir de então se iniciou a colonização das novas terras pelos platnianos, mas outras nações também começaram a ficar de olho no continente descoberto... Confiram:



2º Capítulo – A repercussão

  Depois da fundação da vila de Joanina, Pedro Bandeira e alguns navegadores voltaram a Platne para dar a notícia da grande descoberta. Quando chegaram, o Rei João III mandou lhes chamar para saber o que aconteceu.

 -Caros navegadores, estou ansioso para saber como foi a expedição marítima que os senhores realizaram. Encontraram algo de interessante? – perguntou o Rei.

 -Vossa Majestade, a viagem foi longa e cansativa, mas eu e meu grupo conquistamos o nosso objetivo: descobrimos novas terras! Lá as paisagens são diferentes, a natureza é muito bela e não há nativos – respondeu Bandeira.

 -E há riquezas por lá?

 -Encontramos uma espécie de árvore que demos o nome de Selo e de onde pode ser retirada uma cola. A sua extração pode trazer bons lucros para o nosso reino! Por causa disso nomeamos as novas terras de Selista. Alguns navegadores ficaram por lá para começarem a extração do Selo e até fundaram a vila de Joanina, em vossa homenagem.

Joanina anos depois de sua fundação
 A notícia do descobrimento se espalhou por toda a nação de Platne. Desde então, novas viagens marítimas foram sendo organizadas para Selista, seguindo uma rota principal: a primeira parada no Pontal do Fucho (onde foi fundada a vila de Fucho), a segunda no Pontal de Bieu (onde foi fundada a vila de Bieu) e a última na vila de Joanina. As viagens transportavam muitos platnianos que iam em busca de riquezas e de uma vida nova. Aos poucos, novas vilas foram sendo fundadas e uma grande colônia se formando.

Preparação da cola do Selo
 As terras descobertas despertaram o interesse em outros países vizinhos de Platne. Bicodus e Priemum também começaram a organizar expedições à Selista para garantirem alguns territórios e explorarem o Selo. 

 Para chegarem ao continente, os bicodusenses e os priemuns seguiam a mesma rota de navegação dos platnianos. As colônias acabaram por ser instaladas ao norte da colônia de Platne e bem próximas umas das outras. Mas isso foi um grande problema, pois gerou disputas por territórios entre as nações, já que não havia nada delimitado entre elas...


Tecnologia do Blogger.